Textos

Ser velho ou ser idoso

IDOSO é quem tem muita idade

VELHO é quem perdeu a jovialidade.

Leia mais...

 

O que faz o medo

Numa terra em guerra, havia um rei que causava espanto. Sempre que tinha prisioneiros, não os matava, mas os levava a uma sala onde havia um grupo de arqueiros de um lado e uma imensa porta de ferro do outro, sobre a qual viam-se granadas e figuras de caveiras cobertas por sangue.

Leia mais...

 

Boneca de crochê

    Um homem e uma mulher estavam casados por mais de 60 anos. Eles tinham compartilhado tudo um com o outro. Eles tinham conversado sobre tudo. Eles não tinham segredo entre eles afora uma caixa de sapato que a mulher guardava em cima de um armário e tinha avisado ao marido que nunca abrisse aquela caixa e nem perguntasse o que havia nela.

Leia mais...

 

15 dicas para controlar o estresse

1 – Encare a vida de forma positiva. Pelo sim ou pelo não, fique com o bem-estar de pensar sempre o melhor.

2- Irrite-se apenas com coisas realmente importantes.

Leia mais...

 

Seja um idiota

A idiotice é vital para a felicidade.

Gente chata essa que quer ser séria, profunda e visceral sempre.

Putz! A vida já é um caos, por que fazermos dela, ainda por cima, um tratado?

Leia mais...

 

Para meu pai

Perdoe-me, pai. É importante que leia o meu desabafo. Sempre falei que quando crescesse, queria ser igual ao senhor. Mas... infelizmente, eu mudei de idéia.

Leia mais...

 

Pão com manteira

Esta pequena história pode ser aplicada no relacionamento entre casais, entre pais e filhos, amigos, inclusive do trabalho.

Esta é a história de um casal que todos os dias tomava o café da manhã juntos.

Leia mais...

 

Quem é o seu amante?

Muitas pessoas têm um amante e outras gostariam de ter um.
Há também as que não têm, e as que tinham e perderam.
Geralmente, são essas últimas que vêm ao meu consultório, para me contar que estão tristes ou que apresentam sintomas típicos de insônia, apatia, pessimismo, crises de choro, dores etc.

Leia mais...

 

Para refletir

Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma.

E você aprende que amar não significa apoiar-se, e que companhia nem sempre significa segurança.

E começa a aprender que beijos não são contratos e presente não são promessas.

Leia mais...

 
Mais Artigos...